Print Shortlink

Corpo de Bombeiros suspende buscas por adolescente desaparecido no Rio Pomba

CATAGUASES – O 4º Pelotão do Corpo de Bombeiros, sediado em Leopoldina, suspendeu as buscas pelo adolescente de 16 anos, morador de Cataguases, que está desaparecido desde o último dia 22 de fevereiro.

Ainda, de acordo com as informações divulgadas pela guarnição, o adolescente saiu para pescar no Rio Pomba, pela manhã e não foi mais visto.

A interrupção das buscas foi anunciada por meio de nota oficial do Pelotão, divulgada na tarde desta sexta-feira (1º), e o motivo relatado para a medida é o aumento de demanda em função do Carnaval, exigindo maior número de efetivo.

No comunicado, o Corpo de Bombeiros afirma que a Defesa Civil de Cataguases seguirá com o monitoramento do rio e que se o corpo do jovem for encontrado o órgão acionará o Pelotão de Leopoldina para atendimento imediato.

Familiares contaram às autoridades que o adolescente saiu para pescar em um ponto do Rio Pomba, na região do limite de Cataguases com o município de Itamarati de Minas, e que o jovem foi dado como desaparecido, provavelmente por afogamento, após roupas e pertences do mesmo serem encontrados na margem do rio.

Nota divulgada pelo 4º Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar, de Leopoldina

Na data de 22/02/2018, por volta das 21:00h, o 4º Pelotão BM – Leopoldina foi acionado para recuperação do corpo de um jovem de 16 anos de idade que, após ter sido considerado com destino desconhecido e suas roupas terem sido encontradas às margens do Rio Pomba, foi dado como afogado no referido corpo d’água, na localidade conhecida como Sítio Porto Rico, no município de Cataguases. Familiares disseram que o adolescente rotineiramente pescava no ponto de afogamento.

Guarnições BM, conjuntamente à Defesa Civil Municipal, realizaram exaustivas buscas do ponto de afogamento em direção ao perímetro urbano do município, não logrando êxito até o presente momento da data de hoje – 01/03/2018.

A prática nos mostra que, dada a temperatura elevada que se manifestou nos últimos dias, já era de se esperar que há muito o corpo houvesse vindo à tona, porém, não obstante os empenhos que se iniciaram na noite de 22/02/2018 (sexta-feira), o sucesso na recuperação do corpo não foi alcançado.

Cabe ressaltar que o trajeto do Rio Pomba em perímetro urbano é densamente ladeado por residências, o que torna improvável que o afloramento do corpo passasse despercebido.

Considerando o exposto, a não obtenção do resultado pretendido, o período prolongado das buscas e o efetivo disponível frente ao período Carnavalesco que muito nos demanda e se inicia hoje, as buscas serão interrompidas e a Defesa Civil Municipal seguirá no monitoramento e, caso se faça necessário, nos acionarão para um deslocamento que se dará de maneira imediata.

Nos consternamos com a dor dos familiares, porém dado o tempo de empenho de nossos militares, a área varrida em busca e a necessidade de atendermos às demandas oriundas do período Carnavalesco, iremos cessar as buscas nos mantendo em estreito contato com a Defesa Civil do município de Cataguases.

Atenciosamente,

4º Pelotão de Bombeiros Militar de Leopoldina

Por: Click Carangola | Com informações Marcelo Lopes e Rádio Muriaé.

Participe!