Print Shortlink

Médico fala sobre saúde de mineira vítima de tentativa de feminicídio no ES

CARANGOLA – O médico e provedor do Hospital Casa de Caridade de Carangola (HCCC), maior centro de referência em saúde de toda a regiãoonde está internada Jane Cherubim, de 36 anos, vítima de tentativa de feminicídio no Espírito Santo, conversou com a imprensa nesta quinta-feira (07).

Segundo José Anchieta Pereira, ela segue internada na unidade e o estado de saúde é estável. À reportagem ele explicou as lesões da vítima.

“No caso dela foi um trauma crânio encefálico grave. Ela chegou muito machucada, com a face desfigurada. A gente fez os procedimentos de urgência para estabelecer a respiração, o equilíbrio hemodinâmico para mantê-la viva. Hoje ela se encontra normal, muito triste pelo acontecido, mas ela não teve fratura nenhuma no corpo só teve esse problema na cabeça”, explicou José para a reportagem.

Jane foi vítima de feminicídio na madrugada de segunda-feira (04), quando foi encontrada pelos irmãos espancada e abandonada em uma estrada em Dores do Rio Preto, no Sul do Espírito Santo.

O suspeito das agressões é o namorado dela, Jonas Amaral. Os dois trabalhavam em uma choperia aos fins de semana na cidade.

Entenda o caso

Jane foi encontrada pelos irmãos espancada e abandonada em uma estrada na madrugada de segunda-feira (04) em Dores do Rio Preto. Imagens do circuito de segurança do estabelecimento onde os dois trabalhavam mostra o carro de Jonas deixando o local na madrugada de segunda.


Jonas Amaral: companheiro da vítima e principal suspeito da tentativa de feminicídio — Foto: Divulgação/Rede Social.

Jonas enviou uma mensagem de áudio para a mãe de Jane em tom de desabafo. “Eu tava lá no bar trabalhando, pedi para ela ir no bar perto de mim e ela não quis, pra fazer desfeita da minha pessoa, dona Maria. Ela tá aqui agora fingindo que é não sei o quê, tá desmaiada no asfalto aí. Eu cansei, dona Maria. Eu fiz de tudo pra vocês, cansei dessa vida hipócrita minha. Cansei mesmo, de coração”.

Os irmãos ficaram preocupados e tentaram entrar em contato com a vítima, mas ela não atendia às ligações. “Ela tava muito machucada, seminua, sem as peças íntimas, unha quebrada, machucada da cabeça aos pés”, contou o irmão de Jane, Salvador Cherubim.

O casal estava junto há um ano e meio. Em depoimento à polícia, o irmão de Jane disse que ela nunca se queixou do namorado, mas que ele tinha muito ciúmes.


Jonas Amaral e Jane Cherubim — Foto: Reprodução/Redes Sociais.

“Não temos mais dúvidas de autoria, lógico que tem alguns detalhes, nuances para serem resolvidos, investigados. Contamos com apoio da população que se tiver alguma novidade, contate através do 181 e 147, Polícia Militar e qualquer informação que possa ajudar na captura do acusado”, disse o delegado da cidade de Alegre, Ricarte Teixeira.


Jane Cherubim — Foto: Divulgação/Rede Social e Polícia Militar.

Por: Click Carangola | Com informações G1.

Participe!