Print Shortlink

Suspeito de praticar furto no Tombense tem prisão preventiva decretada por outro crime

TOMBOS – Um homem de 28 anos, que é suspeito de ter participado do furto de um cofre com cerca de R$ 57 mil e outros objetos no Tombense em maio, teve prisão preventiva decretada pela Justiça de Tombos por outro crime.

Ele também é acusado de furtar R$ 1.100 de uma mercearia na cidade. O inquérito foi concluído nesta quinta-feira (06) pelo Ministério Público (MP).

Ontem, em uma ação conjunta feita pela Polícia Militar (PM) e Polícia Civil (PC), o suspeito foi localizado, mas conseguiu fugir.

Além do furto no estádio Almeidão e na mercearia, ele também é suspeito de praticar vários assaltos em Tombos.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, José Geraldo Teixeira Júnior, nesta quinta-feira foi decretada a prisão preventiva do suspeito.

Com relação ao furto ocorrido no Tombense, a Polícia Civil não descarta a participação de outras pessoas.

Ainda segundo a PC, o suspeito é foragido de uma penitenciária no Rio de Janeiro. Ele foi condenado por roubo e tráfico de drogas. Ele estava cumprindo a pena em regime semi-aberto e no último dia das mães, recebeu um indulto de sete dias, mas não retornou à prisão. Testemunhas disseram que o suspeito veio a Tombos para visitar parentes.

No dia 20 de maio, o presidente do Tombense, Lane Gaviolle, registrou um boletim de ocorrência por conta do furto de um cofre, contendo R$ 57 mil em dinheiro, cinco cheques de R$ 600 e objetos e documentos do clube e do dirigente. O cofre e os pertences foram recuperados, mas o dinheiro e o suspeito seguem sem ser localizados.

Por: Click Carangola | Com informações do MP e Rádio Muriaé.

Participe!