Print Shortlink

Delegado confirma que autor de feminicídio ocorrido na Rua José de Abreu se matou em hotel da cidade

MURIAÉ – O homem acusado de matar a esposa, na Rua José de Abreu, no Bairro Safira, no dia 4 de novembro, foi encontrado morto por enforcamento, no início desta semana, em um hotel de Muriaé.

A informação foi dada oficialmente pelo delegado da Divisão de Homicídios de Muriaé, Rangel Martino, em participação ao vivo na edição desta sexta-feira (07), do programa “Plantão e Polícia”.

Entre suas atribuições como delegado de homicídios, Rangel responde também pela apuração de casos de suicídio. De acordo com ele, o suspeito – Paulo Vicente de Oliveira, de 50 anos – se hospedou no hotel no domingo (02), com nome falso, e foi encontrado enforcado, na segunda-feira (03). O local foi periciado e o corpo examinado por um médico legista.

Apesar de não estar à frente do inquérito do feminicídio, investigado pela Delegacia de Mulheres, o delegado salientou que a Polícia Civil (PC) considera o caso do assassinato encerrado e está convencida de que Paulo Vicente matou a esposa por estrangulamento e acabou tirando a própria vida, motivado por arrependimento e remorso pelo crime.

O corpo da mulher assassinada – Sulamar Pinheiro da Silva, de 44 anos – foi encontrado, em avançado estado de putrefação, em um dos quartos do imóvel onde ela e o marido moravam a cerca de um mês.

Rangel Martino afirmou que após matar a esposa, Paulo Vicente fugiu e estava sendo procurado pela polícia, com status de foragido.

Confira as imagens:

Por: Click Carangola | Com informações Rádio Muriaé.

Participe!