Print Shortlink

Motorista de aplicativo morre durante uma tentativa de assalto; vítima tinha 21 anos

JUIZ DE FORA – Um homem de 21 anos, motorista de aplicativo foi morto na noite desta sexta-feira (08) com um tiro na cabeça, durante uma tentativa de assalto em Juiz de Fora-MG.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a partir do depoimento de um dos sobreviventes, o crime foi cometido por dois homens, na Rua Todos os Santos, no Bairro Cesário Alvim, Zona Sudeste, que tentaram assaltar o condutor enquanto ele transportava dois passageiros, pai e filho, de 29 e 7 anos, respectivamente. Ambos não tiveram ferimentos graves.

A PM também informou que o usuário do aplicativo contou em seu depoimento que o crime aconteceu por volta das 23h40. Ele solicitou o serviço e embarcou com seu filho no veículo, um Volkswagen Gol, seguindo pela Rua Rosalina Praxedes de Albuquerque. Ao acessar a rotatória para a Rua Todos os Santos, dois homens, pelo menos um deles armado, saíram de um matagal próximo e anunciaram o assalto. Como o motorista não parou o veículo, um dos criminosos efetuou o disparo, atingindo a cabeça do condutor, que perdeu o controle do veículo, ocasionando no capotamento do Gol.

Edson Fernandes Carvalho teve a morte por perfuração na cabeça confirmada ao chegar no Hospital de Pronto Socorro (HPS). Os passageiros tiveram escoriações leves. Os autores do crime ainda não foram identificados e localizados.

O presidente da Associação de Motoristas de Aplicativos de Juiz de Fora (Amoaplic/JF), Júlio Cesar Peixe, deu mais informações sobre a vítima em entrevista, na manhã deste sábado, ao jornalista Marcelo Juliani, da Rádio CBN Juiz de Fora. Segundo Júlio Cesar, a vítima trabalhava há cerca de um ano como motorista do aplicativo e cursava faculdade de administração. Ele seria solteiro e filho único.

Por: Click Carangola | Com informações Tribuna de Minas.

Participe!