Print Shortlink

Caso Jane Cherubim: Paradeiro de Jonas Amaral ainda é uma incógnita para polícia

GUAÇUÍ – Ainda sem novidades sobre onde está Jonas do Amaral Neto, ex-companheiro de Jane Cherubim, de 36 anos, brutalmente espancada pelo então namorado na madrugada do dia 04 de março deste ano, em Dores do Rio Preto, região do Caparaó, a polícia continua tentando encontrar o agressor.

O titular da delegacia de Guaçuí, unidade que apura o caso, José Maria Martins Simão afirmou que está realizando diligências nos municípios de Espera Feliz, cidade mineira e Dores do Rio Preto.

Jane e Jonas residiam em Espera Feliz e trabalhavam aos fins de semana em uma choperia, no Distrito de Pedra Menina, município de Dores.

“Estamos empenhados em localizá-lo. A família diz não ter contato com ele [Jonas], os advogados acreditam que ele possa estar morto, mas estamos investigando o sumiço de Jonas desde o dia do crime. Qualquer denúncia sobre o paradeiro dele, pode ser feita por meio do 181.”

Ainda segundo o delegado, nenhuma hipótese está descartada, mas detalhes sobre o caso não serão passados para não atrapalhar as investigações.

Já Salvador Cherobin, irmão de Jane, não acredita que Jonas tenha ceifado a própria vida. “Ele está escondido, com o apoio de alguém, não descarto ele ter fugido para outro estado ou até mesmo um país próximo”, disse.

O crime

Jane foi encontrada pelos irmãos, Salvador e Cleiton, jogada em uma rodovia de “Forquilha do Rio”, comunidade que faz divisa entre Dores e Espera Feliz.

Ela estava desfigurada, desmaiada, seminua e muito ferida. O carro de Jonas foi encontrado mais à frente na mesma rodovia, mas Jonas não foi localizado e está foragido desde o dia do crime.

Jane recebeu alta uma semana após ficar internada no Hospital Casa de Caridade de Carangola (HCCC), maior centro de referência em saúde de toda a região, e seguiu para a residência de um familiar, onde se recupera com o apoio da família.

Por: Click Carangola | Com informações Aqui Notícias.

Participe!