Print Shortlink

Grávida é resgatada de helicóptero e dá a luz à filha; vítima estava ilhada na zona rural

ALTO CAPARAÓ – Neste domingo (26), Rosilene de Souza Gomes agradeceu a todos os voluntários, à Polícia Militar (PM) e ao Corpo de Bombeiros Militar (CBM) por ter sido retirada de um local sem acesso e conduzida para o hospital.

Grávida, ela estava ilhada na zona rural de Alto do Caparaó-MG – a cerca de 54 km de Carangola e foi resgatada pelos bombeiros e conduzida de helicóptero da PM até o hospital em Manhuaçu. A filha nasceu neste domingo e as duas estão passando bem.

Desastre

Infelizmente, a tragédia que atinge a Zona da Mata Mineira devido às chuvas que caíram entre quinta e sexta-feira no estado resultou na morte de um bebê que estava prestes a nascer em Alto Caparaó. Segundo informações da prefeitura local, a mãe ficou isolada em uma enchente e não pôde ser levada ao hospital para dar a luz. Apesar de perder o filho, a mulher sobreviveu.

Ainda de acordo com o Executivo municipal, um casal de adultos e seu filho morreram. Todos moravam na zona rural de Alto Caparaó.

“As questões de maior problemática foram nas terras altas, onde estão as propriedades de café. Simplesmente, essas lavouras desabaram. O pior cenário foi na comunidade rural chamada de Córrego do Bragunça. Lá, a gente teve alguns soterramentos. As mortes foram confirmadas lá”, contou o secretário de Turismo da cidade, Rafael Santana.

De acordo com o secretário, a criança, filha do casal que morreu estava desaparecida sob os escombros até por volta das 16h30min deste domingo, quando foi encontrada já sem vida.

Ainda conforme o secretário, a tendência é que o trabalho de recuperação de vias e acessos da cidade dure pelo menos três meses.

Confira as imagens:

Por: Click Carangola | Com informações Estado de Minas.

Participe!