Shortlink

Teleton supera a meta e arrecada quase R$ 27 milhões

A décima quarta edição do Teleton foi repleta de emoção para os telespectadores, artistas e para todas as crianças da AACD. Após mais de 24 horas de programação, mais uma vez o Teleton atingiu a meta, que era de R$ 24 milhões, e conseguiu superá-la, arrecando R$.26.802.633. O dinheiro arrecado será usado para construir uma unidade da AACD no Espírito Santo e outra na Paraíba.
 
Durante toda a programação, diversos astros e estrelas da televisão e da música se revezaram no palco formando a Rede da Amizade. A maratona deste ano também fez muito sucesso na internet. Em toda a programação, o Teleton esteve entre os assuntos mais comentados do Twitter no Brasil e no mundo. Inclusive a campanha feita pelos artistas e internautas para a presença de Hebe Camargo. Hebe chegou ao palco do Teleton por volta das 22h de sábado e foi recepcionada por Celso Portiolli e Ratinho. Pouco depois, às 23h, Silvio Santos apareceu e arrancou aplausos do público, que lotava o estúdio 1 do CDT da Anhanguera, em Osasco (SP).
 
Durante as mais de 24 horas de programação, o site do SBT acompanhou de perto todos os detalhes dos bastidores, com vídeos exclusivos, além de estar o tempo todo conectado na bancada de blogueiros no estúdio do Teleton. Através do site, os internautas tiveram acesso a notícias e fotos que só quem estava no estúdio poderia ter. Mais uma vez, o Teleton emocionou e mexeu com todos os brasileiros. Histórias de vida e exemplos de superação que provam a cada ano o quanto o povo brasileiro é solidário e merece ter um país cada vez melhor. 

Por: Click Carangola
Shortlink

Teatro de graça em Guaçuí neste fim de semana

A peça “Quatro Intérpretes para Cinco Peças” será apresentada neste domingo (23/10), no Teatro Fernando Torres.

Horário: 20 horas

Classificação: 14 anos

**Entrada franca

Confira a sinopse da peça:

“Quatro intérpretes para Cinco Peças” é o espetáculo que marca os dez anos do Grupo Z de Teatro, completados em 2007. Nele, o grupo estabelece diálogo com cinco obras que marcaram o teatro brasileiro na segunda metade do século XX: O beijo no asfalto, de Nelson Rodrigues; Dois perdidos numa noite suja, de Plínio Marcos; Hoje é dia de rock, de José Vicente; Trate-me leão, de Hamilton Vaz Pereira; e O livro de Jó, de Luís Alberto de Abreu – as duas últimas peças são resultados da criação coletiva do Asdrúbal Trouxe o Trombone e do processo colaborativo do Teatro da Vertigem, respectivamente.

Não se trata, no entanto, de uma montagem dessas obras ou de fragmentos delas. Elas serviram como ponto de partida para a criação do espetáculo que, mais que unir as linguagens da dança e do teatro, move-se entre elas, formando zonas de interseção – tendência que vem marcando o trabalho do grupo.

Revisitando as obras em questão, o Grupo Z de Teatro, ao completar dez anos, revê, com um olhar bem pessoal, um pouco da história recente do teatro brasileiro e, com isso, a própria formação. E atesta a atualidade de todas elas ao tomá-las como ponto de partida para abordar o homem em sua relação com a contemporaneidade.

Click Carangola | O click certo na informação!

Shortlink

Bueiros entupidos aumentam risco de alagamentos

Um problema que geralmente acontece nessa época de fim de ano, tanto em Cachoeiro como em outros municípios do Sul do Estado são os alagamentos e enchentes, que tomam conta das ruas, invadem casas e provocam prejuízos e destruição. Situação evidentemente provocada pela chuva, mas que tem um agravante: os bueiros entupidos não permitem o escoamento da água.

E como existe expectativa de chuva com a chegada de mais um fim de ano, uma equipe da TV Gazeta Sul deu uma volta pela cidade de Cachoeiro e encontrou bueiros entupidos por lixo, terra e entulhos. Ou seja, tudo indica que podemos ter muitos problemas com o período de chuvas.

Quem mais sofre são as pessoas que moram na parte baixa da cidade.

Fora do Centro da cidade, faltam bueiros. Por um longo trecho, nem sinal deles. Num morro, no bairro Aquidaban, a moradora conta que havia. “Quando colocaram uma nova camada de asfalto, cobriram os bueiros”, diz a dona de casa Ariele Costa.

E quando chove um pouco, os moradores sentem a falta que faz um bueiro. Em vários deles, há tanta terra e lixo, que a água não consegue descer.

No bairro Nossa Senhora de Fátima, um bueiro tampado por pedra, lixo e muito mato. Mais à frente, sujeira e bueiros sem tampa.

Apesar dos flagrantes, a Secretaria Municipal de Obras de Cachoeiro informou que a limpeza dos bueiros é feita frequentemente em todos os bairros de Cachoeiro e que o serviço é intensificado nos períodos de maior incidência de chuva. No momento, a equipe trabalha na manutenção dos bueiros no Centro da cidade, e em seguida vai atender os bairros. A Secretaria pede ajuda da população, evitando jogar lixo, areia, folhas secas, e também não deixando restos de construções nas ruas.

Click Carangola | O click certo na informação!

Shortlink

Confira dicas para não fazer feio na redação do Enem

Um dos maiores “monstros” do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado nos próximos sábado (22) e domingo (23), é a redação – avaliação que acontece no segundo dia de provas e que muitos alunos deixam para o final. Mas quem disputa uma vaga nas universidades precisa ficar atento – muitas vezes, é o tempo que o aluno dedica ao texto que vai definir, afinal, quem vai conseguir uma vaga nas universidades.

Segundo Filipe Couto, coordenador de língua portuguesa do Colégio e Curso pH, os alunos devem ficar atentos a temas atuais, que trabalhem as questões sócio-culturais brasileiras. “Podem aparecer temas relacionados ao esporte e participação social, à ascensão da mulher no mundo contemporâneo, à arte como agente de transformação…”, lista. “O importante é o aluno saber que os temas sempre estarão ligados ao indivíduo e sua relação com a sociedade”.

Para Rafael Cunha, diretor e coordenador de língua portuguesa do Ponto de Ensino, o importante é o aluno mostrar que consegue problematizar o tema e provar para a banca que é capaz de propor intervenções. “Não é para o aluno simplesmente sugerir soluções para os problemas, mas ser engajado o suficiente para conseguir ver meios de amenizar uma situação negativa”, explica. Em entrevista ao Jornal do Brasil, os especialistas listam outras dicas para quem vai fazer provas neste fim de semana. Confira.

Reserve tempo para sua prova – Para Filipe, o tempo que o Enem prevê para que o aluno se dedique à redação é de cerca de uma hora. “Para o aluno cumprir este prazo, é importante planejar o texto antes de começar a escrever”, alerta. “Não dá tempo de fazer rascunho a lápis para depois passar à caneta”. Já Rafael acrescenta que quem faz o Enem pensando em garantir uma vaga nas universidades deve ficar mais atento. No caso da UFRJ, por exemplo, a redação tem peso três na nota final de todos os candidatos. “O aluno deve definir qual sua estratégia e ver se vale à pena investir um pouco mais de tempo na redação”, conclui.

Proponha soluções – Uma característica marcante da redação do Enem é a necessidade de o aluno propor soluções para os problemas abordados no tema. “O aluno deve tentar levar a discussão para o plano do concreto”, alerta. “Não adianta propor uma solução genérica, como ‘temos que investir na educação’, e sim pensar em como a educação vai se aplicar naquele caso específico. O que o corretor quer avaliar é se o aluno consegue perceber uma forma de resolver o problema dentro de uma realidade plausível”.

Interdisciplinaridade – Aí está mais uma marca da prova de redação do Enem. Além de propor soluções, a banca espera que o aluno seja capaz de estabelecer relações entre o seu tema e os conhecimentos adquiridos ao longo de sua formação. Citar outras disciplinas como literatura, história e geografia pode garantir alguns pontos, mas também é preciso ficar atento para as referências não ficarem perdidas no texto. “Ao fazer essas relações, o aluno mostra que tem uma visão de mundo ampla, isso enriquece o texto e é bem visto pela banca”, explica Rafael.

Por: Click Carangola

Shortlink

Operação “Jericó 2” apreende drogas, armas e munição em Muriaé

As polícias Civil e Militar de Muriaé apreenderam armas e drogas na manhã desta sexta-feira (21) em uma operação conjunta chamada de “Jericó 2”. A ação cumpriu 73 mandados judiciais com intenção de combater o tráfico de drogas, homicídios e outros crimes. Até o fim da manhã, nove pessoas foram presas. Também foram apreendidas pasta base de cocaína, maconha e crack, além de munição, bombas, 15 armas de fogo e uma granada. Ao todo, 250 homens das polícias Civil e Militar entraram em todos os bairros de Muriaé. A operação continua durante todo o dia.

Por: Click Carangola

Shortlink

AACD espera arrecadar R$ 24 milhões com o Teleton

A AACD (Associação de Assistência à Criança com Deficiência) espera arrecadar R$ 24 milhões durante a 14ª edição do Teleton, neste fim de semana, com doações do público e de empresas. O evento, organizado pela associação, começa na noite de sexta-feira (21) e será transmitido em conjunto pelo SBT e pela TV Cultura.

Com mais de 24 horas de programação ao vivo, a maratona televisiva vai mostrar histórias de vida, além de mais de 20 atrações musicais.

“O Teleton é uma oportunidade de falar sobre a deficiência física e ajuda a desmitificar essa ideia de que o deficiente físico não pode fazer, de alguma maneira, parte da sociedade. Também é uma chance que a AACD tem de mostrar sua causa”, disse o presidente da associação, Eduardo de Almeida Carneiro, em entrevista à imprensa.

Ele ainda explicou que a meta é sempre arrecadar mais do que no ano anterior. Em 2010, o Teleton conseguiu R$ 23,9 milhões.

“O propósito do Teleton é compor o orçamento da AACD, que é de R$ 220 milhões. Cerca de 10% é composto pelo evento. O dinheiro entra no caixa comum para ajudar a manter todas as unidades e espaços. Este ano, estamos inaugurando mais uma unidade”, disse.

A associação está presente em seis Estados brasileiros: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Pernambuco.

Apesar do nome ser relacionado a crianças, hoje atende tantos os pequenos, quanto adultos.

“Nosso percentual histórico era 70% crianças e 30% adultos. Mas hoje, as mães no Brasil têm menos filhos, mais informação e uma série de medidas foram tomadas para reduzir a incidência de crianças mal formadas. Por outro lado, os adultos passaram a ser vítima de violência urbana, acidente de trânsito, entre outros, o que começou a alterar nosso perfil. Logo logo estaremos com 60% de crianças de 40% de adultos, nosso perfil reflete nossa demanda”, explicou Carneiro.

Desde o primeiro Teleton, a AACD mais do que triplicou o atendimento, segundo o presidente. “O evento propiciou um aumento monstruoso. Hoje temos atendimentos tanto na central, no Ibirapuera [em São Paulo], quanto fora dela. E todos foram realizados graças às unidades construídas com o Teleton.”

A 14ª edição do Teleton começa às 22h30 de sexta e vai até a madrugada de domingo.

Por: Click Carangola

Shortlink

Chuva paralisa serviços na ES-482 em Alegre

A chuva que já dura quase uma semana, na região Sul do Estado, começa a preocupar os moradores de Alegre. Na ES-482, que liga o município à Cachoeiro de Itapemirim, uma barreira que cedeu em junho, voltou a deixar a Defesa Civil em alerta. Uma rachadura no topo do monte de terra, na entrada da cidade, fez com que os serviços que estavam sendo realizados no local, para evitar novos deslizamentos, fossem parcialmente paralisados.

A cidade foi fortemente castigada pelas chuvas do início do ano e dezenas de deslizamentos foram registrados em diversos pontos. De acordo com o coordenador da Defesa Civil municipal, Mário Zanetti, a atenção neste momento se volta para a barreira na 482, na curva da Biquinha. O coordenador infirmou que as obras foram interrompidas e acredita que, para evitar que a terra desça ainda mais, será necessária a retirada de mais de 20 mil caminhões de terra dali.

“Nós tememos que o topo, de cerca de 30 metros, se solte, já que com essa chuva se abriu uma fissura de um lado a outro de cerca de 20 centímetros de largura. Estamos trabalhando para evitar isso, junto com o DER (Departamento de Estradas e Rodagem). Também trabalhamos em outros locais que começam a ficar instáveis com esse tempo, mas não há motivos para pânico”, afirmou.

Entre outras medidas paliativas, a Defesa Civil da cidade pretende cobrir com lonas três pontos considerados críticos na cidade, sendo eles a Linha Amarela, o Morro do Querosene e o Emílio Marins. “Vamos ainda fazer a demolição de 17 casas que estão em área de risco, no Morro do Querosene nesta quinta-feira (20). As quatro famílias que lá se encontram serão encaixadas no programa de aluguel social”, explicou Zanetti.

Excesso de chuvas causa transtornos

Na última segunda-feira foram registrados mais de 70 milímetros de chuva em menos de duas horas, só na cidade. Em algumas ruas do centro da cidade uma grande quantidade de barro ficou armazenada. Uma das ações de prevenção a novas enchentes no município será o desassoreamento do leito do rio Alegre. O procedimento licitatório tem previsão de acontecer amanhã.

Muro de contenção

Em relação às obras na curva da Biquinha, na 482, o DER informou, em nota, que as obras não foram paralisadas por causa da rachadura, mas para garantir a segurança dos funcionários não será possível realizar os serviços durante as chuvas.

No fim do mês de agosto o DER iniciou as obras emergências de contenção do talude. Estão sendo construídos dois muros, um com extensão 140 metros e altura de 5,2 metros e o outro com 120 metros de extensão por 6 metros de altura. De acordo com o órgão, a obra deve custar cerca de R$ 5 milhões de reais e deve ser concluída até o fim do ano.

Por: Click Carangola

Shortlink

Delegacia Legal de Santo Antônio de Pádua em péssimo estado de conservação

A equipe de reportagem da INTER TV flagrou o péssimo estado da Delegacia Legal de Santo Antônio de Pádua, na Região Noroeste do estado. Logo na entrada, a porta de vidro quebrou e os policiais tiraram uma porta de dentro da delegacia para substituir. E ela está escorada com madeira. Dentro do prédio, a sala está sem piso e os fios estão expostos. Os estragos foram provocados por uma enchente em 2008. A delegacia foi inaugurada em 2004.

Click Carangola | O click certo na Informação!

Shortlink

Caminhada na Natureza tem inscritos do Noroeste e até do Rio de Janeiro

Fizeram até agora a inscrição para a Caminhada na Natureza – Circuito das Fazendas Históricas, dia 23 de outubro, domingo, de Itaperuna até a Fazenda São Domingos, em Aré, caminhantes das cidades de Itaperuna, Porciúncula, Natividade, Santo Antônio de Pádua, Muriaé-MG, e até do Rio de Janeiro.  As inscrições estão quase esgotadas, serão 14 Km de percurso e o ponto de encontro será na Casa do Empresário, Rua Tiradentes, 220, ao lado da Igreja Matriz São José do Avaí, Centro, às 7h30min.

O tempo previsto da caminhada é de 4 horas e o investimento é de R$ 30, com direito a 1 camisa, 1 boné, pulseira de identificação, café da manhã na saída, água e frutas durante o percurso, almoço na fazenda (bebidas a parte), certificado de participação e ônibus de volta para Itaperuna, às 14h30min.  Os caminhantes seguirão pelo bairro Niterói, passando pelos frigoríficos, fazendas margeadas pelo rio Muriaé e antiga linha do trem da Estrada de Ferro Leopoldina.  As inscrições são feitas na Casa do Empresário, as vagas são limitadas e mais informações com Andresa Paixão pelo (22) 3823–2500 – ramal 4.

A Caminhada na Natureza é uma realização da Fecomércio, Sesc, Sincomércio, Associação Comercial de Itaperuna, com organização da S.A. Idéias & Soluções, apoio do blog Caminhadas Maneiras e site Anda Brasil.

Informações: Camilo de Lellis

Por: Click Carangola

Shortlink

Governo divulga plano de ação para o período de chuva em Minas

O Governo de Minas anunciou nesta quarta-feira (19) um o plano de ação para o período de chuva. Entre as atividades estão a implantação de um radar meteorológico que vai prever com até seis horas de antecedência a ocorrência de chuvas e o monitoramento de barragens. No estado também foi ampliado o número de coordenadorias de Defesa Civil e de agentes para trabalhar na prevenção. No fim do ano passado até o início deste ano, 216 municípios mineiros foram afetados durante a chuva. Cerca de 42 mil pessoas ficaram desabrigadas ou desalojadas e 23 morreram.

Por: Click Carangola