Aula Magna 2020 debate “experiências pedagógicas” da pós-enchente; matrículas seguem abertas

CARANGOLA – Com o intuito de promover um intercâmbio de informações a respeito dos impactos causados após as enchentes de janeiro e fevereiro, foi realizado na manhã deste sábado (07), no Instituto Multidisciplinar Educacional de Carangola (IMEC) – MG, um debate intitulado “Por Onde Recomeçar?”.

Na ocasião, pós-graduandos da turma 2020/01 e especialistas apresentaram planos que devem ser traçados para o planejamento e atuação no auxílio a moradores, comerciantes e sociedade em geral, na reconstrução das cidades.

Tivemos aqui, a participação de dois grandes profissionais da saúde que atuaram de forma sublime. Todavia, esse debate deveria envolver, principalmente, setores como administração municipal, finanças, assistência e desenvolvimento social, controladoria e procuradoria, destaca o professor, pesquisador e coaching educacional Me. Mardoqueu Santos.

Foram especificados no debate à FAVENORTE transtornos e síndromes devido a fatores emocionais, como distúrbios no sono, insônia, pesadelos e memórias repetidas sobre o evento, amnésia, dificuldade de concentração, irritabilidade e raiva, ansiedade, fobias, pânico, depressão, perda de apetite, fadiga, tonteiras e suicídio. “Grande parte destas consequências se manifesta após as enchentes e principalmente durante períodos de chuvas, mas, há relatos que apontam também para as mesmas relacionadas à quebra da rotina familiar e social e durante o período de reconstrução”, afirma Dr. Rayzzel Oliveria – CEO/Diretor do Anaminese Sistema, Endocrinologista e Presidente da Sociedade Médica de Carangola-MG.

Para o Dr. Flávio Almeida – Autor, Psicólogo e Prof. Universitário, as tendências atuais de crescimento e concentração da população em áreas urbanas, sem a adequada infraestrutura, e com degradação ambiental e desigualdades sociais já apontam para a elevação das populações expostas e das perdas econômicas relacionadas às enchentes, isto mesmo sem considerar que a intensificação das mudanças climáticas representarão o aumento na frequência e na gravidade de eventos como esses. Neste cenário, é previsto que as populações mais vulneráveis e menos preparadas sofram cada vez mais as consequências. O país deve estar cada vez mais preparado para reduzir os riscos atuais e futuros.

Assim, considerou-se através do debate à FAVENORTE que a redução das causas e consequências das enchentes no âmbito da saúde ou em quaisquer outros setores devem envolver respostas integradas com amplas políticas para o desenvolvimento sustentável, reduzindo a vulnerabilidade de determinadas localidades e populações. Ainda, procurou-se sistematizar e sintetizar as causas, as consequências e as respostas obtidas com o objetivo de oferecer subsídios para uma melhor compreensão destes eventos, que embora nem sempre sejam catastróficos, respondem por impactos recorrentes sobre a saúde e a perda da qualidade de vida, exigindo abordagens integradas. Ao final, Dr. Flávio sorteou livros de sua autoria.

Cursos de pós-graduação: Ao todo, a Rede Promove de Ensino oferta mais de 30 cursos de pós-graduação em diferentes áreas do conhecimento. As especializações ofertadas estão disponíveis de forma semipresencial, garantindo uma formação de qualidade, dando continuidade ao desenvolvimento do profissional já graduado, representando possibilidade de aprofundamento de conhecimentos técnicos e científicos. As matrículas seguem abertas e podem ser feitas no Centro de Atendimento Acadêmico (CAA), localizado à Rua Olímpio Machado, 76 – Centro, no horário das 14h às 17h. A instituição está oferecendo ainda desconto de 10% para indicação.

Novos cursos: Contabilidade Pública; Comunicação e Marketing; Segurança do Trabalho; Recursos Humanos; Gestão de Negócios; Gestão de Logística; Saúde Mental; Saúde Pública e da Família; Assistência da Enfermagem em Urgência e Emergência; Psicologia Sexual; Enfermagem, Obstetrícia e Neonatal e muitos outros. Para mais informações: (32) 9.9104-5915.

Confira as imagens:









Por: Click Carangola | Com informações Rede Promove de Ensino.

Deixe sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *