Operação em combate a prostituição infantil é realizada pela Polícia Civil (PC) em cidades da região

REGIÃO – A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) desencadeou, nesta segunda-feira (26), a operação denominada “Inocência Perdida”. De acordo com o delegado de Manhumirim, Glaydson Ferreira, o objetivo foi combater a prostituição infantil nos municípios de Manhumirim, Alto Jequitibá e Alto Caparaó, área da 6ª delegacia regional de Polícia Civil (PC).

Alunos de Estética e Gastronomia da UNICSUL Carangola fazem visita técnica ao Grupo Caparaó Parque Hotel

ALTO CAPARAÓ – Alunos dos cursos de graduação em “Estética & Cosmética” e “Gastronomia” da Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) – Polo Carangola, realizaram neste sábado (24), uma visita técnica ao Grupo Caparaó Parque Hotel. Sob orientação dos gestores e professores Me. Mardoqueu Santos, Ma. Ester Santos, Dr. Rayzzel Oliveira, Dra. Ana de Sá e Chef Eliacir Fernandes, o grupo

Dois motoqueiros morrem após colisão frontal na MG-111; passageira foi encaminhada ao PSR 24h

ALTO JEQUITIBÁ – Dois motoqueiros morreram após uma colisão frontal, no km 116, da rodovia MG-111, em Alto Jequitibá – a cerca de 46 km de Carangola, no final da manhã deste domingo (25). De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMR), ao chegarem ao local, encontraram uma motocicleta Kasinski, placa HOC-5873, caída na pista de rolamento, com o corpo

Operação da Polícia Civil (PC) combate esquema de sites falsos de leilões de veículos

CARANGOLA – A Polícia Civil (PC) deflagrou nesta quinta-feira (22), a operação “Falso Martelo”, em Carangola. A operação teve como objetivo reprimir a atuação de uma organização criminosa, suspeita de utilizar sites falsos que simulam pertencer aos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) do país e anunciar supostos leilões extrajudiciais de veículos apreendidos, oferecendo valores muito inferiores aos de mercado.

Homem de 34 anos é preso acusado de agredir os pais; vítimas foram levadas para hospital

FERVEDOURO – Um homem de 34 anos foi preso na noite desta quarta-feira (21), em Fervedouro – a cerca de 32 km de Carangola, após chegar em casa e agredir de forma brutal, seus pais. De acordo com a Polícia Militar (PM), o rapaz chegou embriagado e sem nenhum motivo, começou a agredir seu pai de 62 anos. A mãe

Taxista de 75 anos é brutalmente agredido por bandidos após reagir a assalto na BR-116

ORIZÂNIA – Um taxista de 75 anos, natural de Muriaé, foi brutalmente agredido, nesta segunda-feira (19), após reagir a um assalto na BR-116, próximo a Orizânia – a cerca de 45 km de Carangola. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que três jovens pediram para que ele os levassem até Realeza, Distrito de Manhuaçu.

Após denúncias anônimas e monitoramento, Polícia Militar (PM) prende homem com drogas

CARANGOLA – Um homem foi preso e drogas foram apreendidas, nesta segunda-feira (19), na cidade de Carangola. A Polícia Militar (PM) informou que chegou até o suspeito após monitorá-lo depois de denúncias anônimas da população. Ele foi localizado no Bairro Santo Onofre e detido. Foram apreendidas, 24 buchas de maconha e 17 pedras de crack, todas embaladas e prontas para

Segundo suspeito de participação no assassinato de padre é preso no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO – A Polícia Civil (PC) prendeu na noite desta sexta-feira (16), no Rio de Janeiro-RJ, o segundo suspeito de participação no assassinato do padre Adriano, que era vigário, na Paróquia de São Simão, em Simonésia-MG. A informação foi confirmada pelo delegado regional da PC, Dr. Carlos Roberto Souza. O veículo Chevrolet Onix, de cor branca, também foi

Emoção e homenagens marcam despedida de padre; polícia trabalha com a hipótese de latrocínio

SIMONÉSIA – A missa de corpo presente do padre Adriano da Silva Barros, de 36 anos, que foi assassinado brutalmente em Manhumirim, aconteceu nesta quinta-feira (15), na matriz de São Simão, em Simonésia. A celebração das exéquias foi realizada pelo bispo diocesano, Dom Emanuel Messias, e contou com a presença de muitos padres e párocos da região.

“Matou para roubar”; delegado regional explica investigações do assassinato de padre

MANHUAÇU – A Polícia Civil (PC) acredita que a versão do suspeito preso é falsa e trabalha com a tese de latrocínio, sobre a morte do padre Adriano, de 36 anos. Em vídeo, o Dr. Carlos Roberto Souza, delegado regional, disse que o crime será tratado como latrocínio. As autoridades acreditam que a versão do suspeito G. O. S., de