Shortlink

Vem aí o 3º Passeio Ciclístico em Carangola

Em sua terceira edição, o Passeio Ciclístico é um projeto idealizado por Mario Luiz, locutor do município e vem incentivando a prática do esporte, promovendo o lazer e a integração da população de Carangola e região.

Com o apoio da Polícia Militar, de diversas empresas e veículos de comunicação, o 3º Passeio Ciclístico será realizado no dia 15 de Novembro e promete agitar o feriado na cidade.

Informações:
Saída às 08:00 hs da Praça da Matriz.
Menores de 16 anos devem ter autorização dos pais.
Haverá sorteio de brindes e 2 bicicletas entre os participantes.
Outras informações pelo telefone: (32) 3741-1249.
 
Click Carangola | O click certo na informação!
 
Shortlink

Inep divulga gabarito dos dois dias de provas do Enem

Estão disponíveis na internet os cadernos de prova dos dois dias do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e os gabaritos referentes a cada prova. Os interessados podem consultar e baixar o material no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, (Inep).

No sábado (22), primeiro dia de provas, os candidatos responderam a 90 questões de Ciências Humanas e da Natureza. No domingo (23) as provas foram de Linguagens e Matemática, além da redação, cujo tema foi ‘Viver em Rede no Século XXI: os Limites entre o Público e o Privado’.

Para evitar cola o Inep faz versões diferentes da prova, cada uma identificada por uma cor. Neste ano, as cores foram azul, branca, amarela rosa e cinza. Todos os cadernos estão disponíveis para download. Os resultados individuais dos participantes só serão divulgados em janeiro de 2012.

Click Carangola | O click certo na informação!

Shortlink

Polícia Militar Ambiental faz novas apreensões em Muniz Freire

A multa por manter pássaros em cativeiro sem a devida licença é de R$ 500,00 por unidade sendo que, no caso de espécie em vias de extinção, que é o caso do catatau, o valor chega a R$ 5.000,00 por indivíduo.

Na tarde desta terça-feira (25), integrantes da Polícia Militar Ambiental com base na cidade de Guaçuí-ES, ao realizarem mais uma fiscalização ambiental na região de Córrego São Simão, município de Muniz Freire-ES por conta de denúncias de manutenção em cativeiro de pássaros da fauna silvestre nativa sem a devida licença de criador, foi encontrado na residência de F.B.S. 01 (um) godero, 02 (dois) coleiros e 01(um) catatau, espécime constado na lista de animais ameaçados de extinção.

Também foi encontrado no paiol da propriedade rural 01 (uma) espingarda de caça, além de um alforje contendo pólvora, chumbo e espoleta. Por se tratar de crime ambiental previsto no Art. 29 da Lei Federal 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais), foi lavrado boletim de ocorrência e o cidadão foi conduzido a Unidade de Polícia Judiciária de Muniz Freire.

A pena prevista para tal crime é de detenção de 06 meses a um ano e multa. A multa por manter pássaros em cativeiro sem a devida licença é de R$ 500,00 por unidade sendo que, no caso de espécie em vias de extinção, que é o caso do catatau, o valor chega a R$ 5.000,00 por indivíduo

DENUNCIE:

Os contatos com a Polícia Militar Ambiental poderão ser feitos através dos telefones: 4ª Companhia em Cachoeiro de Itapemirim: (28) 3521-3358 ou (28) 3521-3389 e 2º Pelotão Região do Caparaó: (28) 3553-2042 ou (28) 3553-1398.

E-MAIL: cmt4cia.bpma@pm.es.gov.br (em toda região Sul do ES).

Click Carangola | O click certo na informação!

Shortlink

Comerciante é assassinado com cinco tiros em Cachoeiro

Na manhã desta terça-feira (25), as marcas de sangue continuavam na calçada. O ferro velho não abriu as portas. O proprietário Ricardo Lima Pacheco foi morto no fim da tarde dessa segunda (24).

Segundo a ocorrência policial, Ricardo estava na calçada, conversando com uma pessoa, quando um homem chegou por trás e atirou na nuca da vítima. Ricardo caiu e o atirador efetuou outros disparos. No total, foram cinco tiros. Uma pessoa da família viu tudo acontecer.

A vítima chegou a ser socorrida e levada para a Santa Casa de Cachoeiro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A polícia ainda não sabe a motivação do crime, mas investiga o caso.

A família de Ricardo é do Estado do Rio de Janeiro. O corpo vai ser levado para o município de Duque de Caxias, onde será sepultado.

Click Carangola | O click certo na informação!

Shortlink

Morre operário do setor de rochas ornamentais do Sul do Estado

A empresa onde aconteceu o acidente de trabalho fica na rodovia do Frade, em Itapemirim. Foi na área de beneficiamento de rochas, onde os operários trabalham em dupla. Eles estavam calçando uma rocha quando parte dela caiu sobre o funcionário André Luiz Chuina Cândido, de 37 anos. O impacto foi tão forte que ele morreu na hora.

A perícia da Polícia Civil foi chamada para remover o corpo. A pedra teve que ser removida com cabos de aço. Colegas de trabalho estavam abalados, e preferiram não dar entrevista. André trabalhava há dez anos na empresa. O acidente  aconteceu no fim da tarde dessa segunda-feira (24).

Em entrevista, o presidente do Sindimármore – Sindicato dos Trabalhadores do Setor de Rochas Ornamentais do Espírito Santo – Aguinaldo Grillo, disse que acidentes desse tipo não podem ser considerados fatalidades. “São situações anunciadas. As empresas precisam investir mais em segurança do trabalho. Essa morte é mais um caso que vamos denunciar ao Ministério Público do Trabalho, para que tome as providências”, comentou.

Segundo o sindicato, no ano passado, no Estado, foram registrados cinco acidentes de trabalho no setor. Este ano, já são sete. Aguinaldo disse ainda que outro motivo de preocupação são os acidentes a caminho das empresas. “Com a redução da jornada de 12 para oito horas, existem cargas horárias incompatíveis com horários de ônibus, até mesmo incompatíveis com horários do transporte disponibilizado pelas próprias empresas, e aí, muitos funcionários vão para o trabalho de motocicletas, e a caminho, se acidentam”, explica Aguinaldo.

Click Carangola | O click certo na informação!

Shortlink

Controle das chamas que destruíram parte do centro comercial de JF invade a madrugada

Um incêndio nessa segunda-feira (24) destruiu uma loja de artigos de festas em Juiz de Fora e provocou um caos no centro da cidade. O fogo se alastrou rapidamente, devido à grande concentração de material inflamável no local e no fim da tarde a fumaça tomava conta da região central, área de tradicional comércio em Juiz de Fora, o que deixou muita gente assustada. Oito lojas foram atingidas, inclusive um prédio de seis andares onde funcionava um comércio de artigos de borracha. Toda a construção foi tomada pelas chamas e parte do prédio desabou.

O trabalho de controle do incêndio invadiu a madrugada e na manhã desta terça-feira (25) os bombeiros realizavam o resfriamento do local, para em seguida começar o trabalho de rescaldo. Segundo os militares, o edifício onde funcionava a loja de artigos de borracha pode estar com a estrutura comprometida. No fim da manhã um dos prédios atingidos pelas chamas, onde funcionava um frigorífico na Avenida Getúlio Vargas, começou a ser demolido pela Defesa Civil. O local continua isolado e ainda não se sabe as causas do incêndio.

O fogo começou por volta das 17h dentro de uma loja de material para festas na Rua Floriano Peixoto, esquina com Avenida Getúlio Vargas. As chamas se alastraram rapidamente por causa da quantidade de material inflamável que estava no depósito, no segundo andar. Dez viaturas do Corpo de Bombeiros foram mobilizadas para apagar as chamas e caminhões-pipa deram suporte ao trabalho. Por causa do fogo alto, as lojas foram fechadas as pressas na região e moradores retirados das casas que ficam próximas a loja.

No início da noite, quando os bombeiros já falavam em trabalho de rescaldo, o fogo voltou mais forte e atingiu um prédio ao lado de onde as chamas começaram. Às 20h15 um dos momentos mais críticos: o fogo atingiu uma loja de ferragens e segundo os bombeiros havia risco de explosões. E foram vários estouros, por quase 30 minutos. Segundo os bombeiros, além de ferramentas, a loja vendia produtos como querosene e tiner.

Reforços foram chamados para auxiliar no trabalho. Mesmo assim, o fogo passou para outra loja de ferragens e ainda atingiu a parte superior de um prédio, que vende borracha. Em poucos minutos os seis andares foram tomados pelas chamas, ameaçando o shopping que também fica na área, um dos principais da cidade. O prefeito Custódio Mattos esteve no local, mas não soube informar a situação do alvará de funcionamento das lojas. Equipes do Corpo de Bombeiros continuam no local.

Click Carangola | O click certo na informação!

Shortlink

Inscrições para concurso público da rede estadual vão até fim de novembro

Os candidatos que ainda não se inscreveram para concurso público na área de educação da rede estadual têm até o dia 29 de novembro para fazer as inscrições. São oferecidas mais de 21 mil vagas, sendo a maioria para professores de educação básica. A remuneração mínima prevista em edital para o cargo de professor de educação básica é de R$1.320 para uma jornada de trabalho de 24 horas semanais. As inscrições devem ser feitas pela internet através do site: www.concursosfcc.com.br. O valor da inscrição varia de R$37 a R$47, de acordo com o cargo pretendido pelo candidato. No ato da inscrição, o interessado deve informar o município no qual pretende concorrer à vaga.

Click Carangola | O click certo na informação!

Shortlink

Câmara Municipal de Ubá devolve R$1 milhão aos cofres públicos

A Câmara Municipal de Ubá devolveu, nesta segunda-feira (25), um R$1 milhão aos cofres públicos da cidade. O dinheiro representa cerca de 40% do orçamento anual do Legislativo. A Prefeitura garante que vai aplicar os recursos em obras de melhorias da cidade. Somando os compromissos da folha de pagamento, despesas com manutenção e atividades extras, a Câmara gasta R$190 mil por mês.

Segundo a presidente da Casa, Rosângela Alfenas, a economia foi feita ao longo do ano, desde cortes simples com materiais até redução de viagens e assessores. Resultado: já no mês de outubro sobra no caixa R$1 milhão. O orçamento anual da Câmara é feito com base na arrecadação da Prefeitura. Hoje, o Legislativo de Ubá recebe R$3,6 milhões. Pela lei, toda verba que sobra deve ser devolvida. O prazo para o repasse é até o dia 31 de dezembro, mas com o dinheiro aplicado mais cedo é ser possível reverter em melhorias para o município.

De acordo com o assessor técnico da Prefeitura, Iran Couri, as obras já foram escolhidas. Algumas ruas serão asfaltadas, três unidades de saúde e duas escolas – uma delas no bairro Primavera, estão em fase final de acabamento. Não é a primeira vez que sobra dinheiro na Câmara. Mesmo assim o orçamento anual do Legislativo não pode ser reduzido.

Click Carangola | O click certo na informação!

Shortlink

Centro de Juiz de Fora é coberto por fumaça

Um incêndio em uma loja de festas no Centro de Juiz de Fora espalhou fumaça por toda a cidade nesta segunda-feira (24). O fogo começou por volta das 17h30 e cerca de 10 viaturas dos bombeiros tentam apagar as chamas. Imagens da câmera no Morro do Cristo filmaram como a fumaça tomou conta da região. Em menos de meia hora a fumaça tomou conta de uma área entre a Rua Floriano Peixoto e a Avenida Itamar Franco. Um rastro que se estendeu por todo o centro comercial da cidade.

Click Carangola | O click certo na informação!

Shortlink

Polícia do Meio Ambiente de Juiz de Fora está em alerta devido a falsos fiscais do Ibama

A Polícia Militar do Meio Ambiente de Juiz de Fora está em alerta. Falsos fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) estão agindo na região para roubar pássaros de criadores.

Gaiola quebrada e vazia. Foi o que sobrou na residência da dona de casa Waldete de Oliveira depois que dois homens e uma mulher estiveram na casa dela afirmando serem fiscais do Ibama. “Eles subiram as escadas e já foram entrando. Estavam armados”, afirma.

Mas ela possuía a documentação em dia e só depois que as três pessoas saíram da casa que ela desconfiou que não eram fiscais de verdade. A Polícia Militar de Meio Ambiente informou que há três semanas recebeu denúncias deste tipo. Segundo dados da polícia, foram descobertos na região 124 animais silvestres sem o registro, só neste ano até o mês de setembro. Os responsáveis pela fiscalização são a Polícia Militar de Meio Ambiente e funcionários do Ibama devidamente identificados.

Os animais apreendidos permanecem no Ibama por cerca de 40 dias. No local eles recebem acompanhamento de biólogos e veterinários e quando estão prontos são devolvidos para a natureza. Quem deseja criar aves deve ter autorização do Ibama.

Click Carangola | O click certo na informação!